sábado, 14 de agosto de 2010

Pintura em arte terapia


A pintura pelo caráter fluido da tinta e pelo uso das cores,proporciona uma maior fluidez das emoções e dos sentimentos.
Com tinta as pessoas expressam mais facilmente sentimentos e emoções.
Os tipos de tintas mais usados em arte terapia são:
Guache, aquarela,óleo,acrílica e nanquim.

                                                                     A tinta guache:
Promove as liberações emocionais,incentivando a imaginação.
É um material de fácil uso,possibilitando mistura e combinação das cores.
É uma tinta mais densa,que requer mais controle.





                                                                            Aquarela:
Mobiliza ainda mais o lado afetivo,deixa a pessoa mais fluida.
Exige mais controle dos braços,pois necessita de mais leveza do traço.
Diluída em agua,para ser utilizada o papel precisa estar molhado.
Oferece bastante resistência por parte de quem a utiliza,o que aponta para uma tentativa de não perder o controle.diante das situações.
Normalmente pessoas muito racionais e com dificuldades afetivas.
Aqueles que se encontram muito fragilizados,deprimidos e chorosos não é recomendável o uso da aquarela,porque é um material com características fluidas,que dilui emocionalmente o indivíduo.


                                                                       Tinta a Óleo:
E´recomendável para pessoas com depressão ou mais fragilizadas.
Possibilita maior equilíbrio das emoções.

                                                                    Tinta acrílica:
Tinta de rápida secagem, é uma tinta sintética solúvel em água que pode ser usada 


em camadas espessas ou finas.



                                                      Nanquim: 
Necessita agilidade,atenção,ritmo,e controle.
Pode também ser aplicado em papel
 umedecido formando manchas.(Perder o medo de controlar formas)
E´ótimo para trabalhar controle,rigidez e flexibilidade.
Quanto mais a tinta for aquosa mais se estará trabalhando com os sentimentos,os afetos mais profundos do ser.



















Um comentário:

Tais Luso disse...

Oi, Eloisa, muito interessante esta postagem do uso das tintas como terapia! Gostei muito.

Estou por aqui vendo as novidades.
Um grande beijo.
tais luso