sábado, 26 de maio de 2012

Letting Go


Letting Go 


Para deixar ir não significa deixar de cuidar; 
Significa que eu não posso fazer isso para alguém. 
Para deixar ir não é para me cortar fora ... 
É a constatação de que não posso controlar o outro ... 
Para deixar ir é não permitir, 
mas para permitir que a aprendizagem das conseqüências naturais. 
Para deixar ir é admitir impotência, 
o que significa que o resultado não está em minhas mãos. 
Para deixar ir não é tentar mudar ou culpar o outro, 
Eu só posso mudar a mim mesmo. 
Para não deixar de ir é para cuidar, mas se preocupar. 
Para deixar ir não é de corrigir, mas para ser solidário. 
Para deixar ir não é juiz, 
mas para permitir que o outro para ser um ser humano.  
Para deixar ir é não estar no meio organizando todos os resultados, 
mas para permitir que outros a afetar seus próprios resultados.


Para deixar ir não é para ser protetor, 
É para permitir o outro para enfrentar a realidade. 
Para deixar ir não é negar, mas aceitar. 
Para deixar ir não é para resmungar, xingar, ou argumentar, 
mas para buscar minhas próprias falhas e corrigi-los. 
Para deixar ir não é ajustar tudo aos meus desejos, 
mas para tomar cada dia como se trata e valorizar o momento. 
Para deixar ir não é criticar e regular ninguém, 
mas para tentar se tornar o que eu sonho eu posso ser. 
Para deixar ir é não lamentar o passado, 
mas para crescer e viver para o futuro.


Para deixar ir é temer menos e amar mais. 
- Autor Desconhecido 
Imagens de :Karen Wallace. /arttherapyreflections.blogspot.com/

Nenhum comentário:

AVISO


Nem todas as imagens no blog são de minha autoria, se uma delas for sua e não quiser que eu a use, entre em contato que coloco os devidos créditos ou retiro.