quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Introdução -Arte, Arte educação e arteterapia




Arte, Arte educação e Arteterapia

Arte – A arte é uma criação humana com valores estéticos
 (beleza, equilíbrio, harmonia) que sintetizam as suas emoções,
 sua história, seus sentimentos e a sua cultura. É um conjunto 
de procedimentos utilizados para realizar obras, e no qual aplicamos 
nossos conhecimentos. Apresenta-se sob variadas formas como:
 a plástica, a música, a escultura, o cinema, o teatro, a dança, a arquitetura etc.
 Pode ser vista ou percebida pelo homem de três maneiras: visualizadas,
 ouvidas ou mistas (audiovisuais). Atualmente alguns tipos de arte
 permitem que o apreciador participe da obra.
 O artista preciso da arte e da técnica para se comunicar.



Arte educação – É o trabalho desenvolvido pelos profissionais (prof. de Artes) 
com as quatro linguagens (Música, Dança, Teatro e Artes Plásticas) e suas
 mais diferentes modalidades, trabalhando sempre com a metodologia triangular
 (conhecer, fazer e apreciar). 
Uma aula de Artes bem direcionada começa com o conhecimento 
do assunto seja uma pintura, uma escultura, uma data comemorativa, um tema, etc. 
A partir do momento que a criança se intera do que está sendo estudado,
 tem condições de criar sua própria arte e apreciá-la. 
Ela vai esboçar o que vai fazer e escolher o material que será utilizado.
 Algumas crianças conseguem se expressar melhor com o giz de cera, 
outras com as tintas, outras com papel, tesoura e cola, outras com os sons, etc.
Os materiais podem mobilizar emoções e sentimentos diferenciados 
de criança para criança, portanto quando se trabalha com criação 
é importante oferecer às crianças diferentes materiais para que
 ela possa escolher aquele que mais lhe agrade.
Nas atividades artísticas (Artes Plásticas) são utilizados materiais que auxiliam
 na coordenação motora fina e intelectual. A criança, ao desenvolver essas
 atividades explora a atenção, a concentração e o contato com a realidade.
 Elas podem acontecer através dos desenhos, atividades de recorte e
 colagem, pintura, tridimensionalidade e impressão. 

Arteterapia 
– É o uso de recursos artísticos com finalidades terapêuticas
 onde as escolhas e procedimentos dos indivíduos são consideradas 
elementos que retratam o seu mundo interior.  
 É considerada a forma de expressão mais pura que há para a
 demonstração do inconsciente de cada um.

 É importante que a cada atividade artística que a criança desenvolve 
com o arteterapeuta, seja verbalizada e compreendida por ela, 
só assim ele passará para a próxima etapa. 

Dessa forma, ela vai se conhecendo melhor, resolvendo seus
 conflitos internos e resgatando o próprio potencial criativo.

Traçando um paralelo entre a Arte educação e Arteterapia


Desenho pronto + Pintura
Arte educação
- Desenho pronto (xerocado ou mimeografado) –
 A criança não tem o trabalho de desenhar, ela recebe o desenho pronto e
 só vai preencher os espaços com giz de cera, lápis de cor ou tinta. 
Esse tipo de atividade não desenvolve a criança intelectualmente,
 muito pelo contrário, a criança cresce sendo tarefeira somente.

Arteterapia
- O terapeuta se utiliza desse tipo de desenho para verificar a paciência
 da criança, a atenção e o grau de submissão que possui.

Desenho – cópia + Pintura
Arte educação
- Nas atividades de desenho onde se solicita à criança a cópia, 
a criança vai tentar reproduzir a realidade tal como ela é, 
ela fica com medo de errar. Às vezes pode se tornar insegura nas
 aulas de artes e, consequentemente, terá dificuldades de direcionar
 a própria vida. Geralmente até as cores são as mesmas do original.

Arteterapia
- A criança mostra o grau de atenção e observação que ela possui.
 O que ela consegue captar ao olhar algo e o que é importante
 aos seus olhos. Ela revela o que vê de importante naquilo que
 está sendo observado e tenta imitar o máximo possível o modelo. 



Desenho – livre + Pintura
Arte educação
- No desenho livre, a criança entra em contato com sua realidade interna
 e “viaja” nos seus desenhos. Às vezes se contenta com o desenho a ponto
 de não querer pintar.

Arteterapia
- A criança deixa fluir as emoções que estão a ponto de emergir,
 basta ter oportunidade para isso.
  Esses desenhos, assim como as pinturas livres,
 vão mostrar o grau de maturidade, a  liberdade que ela tem e como a
 confiança em si mesma.


Desenho de criação + Pintura
Arte educação
- No desenho onde a criança estuda um assunto ou tema, ela é estimulada a
 fazer seu próprio desenho, a criar. Ela observa uma ou mais imagens e cria
 a sua própria obra inspirada no que viu.

Arteterapia
- Ao criar um desenho a criança está exercitando seu “eu interior” para
  resolver uma situação que lhe foi solicitada. Isso faz com que a criança
 aprenda a resolver os problemas que lhe apareçam, sejam mais 
  atentas,rápidas de pensamento e organizadas. 


Modelagem
Arte educação
- Nas atividades de modelagem a criança entra em contato com o volume, 
com a tridimensionalidade e trabalha a coordenação motora.
 A criação pode ser livre ou dirigida, o importante é entender as possibilidades
 que a argila, o biscuit, o papel machê ou as massinhas podem oferecer
 para a criação e a aprendizagem.

Arteterapia
- A atividade de modelar é calmante e pode favorecer o relaxamento,
 a libertação de tensões, fadigas e depressões.
 Pode se usar a argila ou o papel machê, mas, com crianças,
 trabalhar com massinhas proporciona muito mais resultados
 pois elas são coloridas, macias e fáceis de manusear.       
     



Recorte e Colagem
Arte educação
- A criança se expressa de diferentes maneiras recortando e colando revistas,
 jornais, papéis coloridos, grãos, serragem, tecidos, etc. Ela vai desenvolvendo
 as atividades propostas, trabalhando com cores, texturas, linhas, formas,
 sobreposição, entre outros. 

Arteterapia
- Ao desenvolver uma atividade de recorte e colagem proposta
 pelo terapeuta a criança planeja, analisa, fica atenta, 
concentrada, precisa de paciência e de organização.


 O terapeuta vai inserindo as atividades de acordo com
 a necessidade da criança na busca de direcioná-la 
 a estruturação emocional.


Construção / Sucata
Arte educação
- Trabalhar com construção em arte educação é muito importante pois faz com
 que a criança trabalhe com a tridimensionalidade o tempo todo. Se ela trabalhar
 com sucatas, por exemplo, terá que observar, combinar, imaginar, juntar, etc.
 Irá trabalhar e desenvolver noções de peso, proporção, tamanho, forma,
 posição, espaço, comprimento, largura e volume entre outros. Depois de criada,
 a obra poderá ser vista de diferentes ângulos e distâncias.

Arteterapia
- Ao trabalhar com construção de algo, 
a criança estará mostrando seu grau de
 equilíbrio interior e, à medida que 
vai construindo, vai se estruturando emocionalmente
 através de erros e acertos e  se reorganizando internamente.


 Através do lúdico, se autoconhecendo,
 se conscientizando da sua   importância
     como ser humano no meio em que vive.



Arte educação
- O professor acompanhará o desenvolvimento criativo de seu aluno, assim como,
 seu aprendizado artístico. Ele vai compondo seu mundo estético, simbólico
 e criativo. As atividades propostas terão sempre o objetivo de aprendizagem,
 desenvolvimento motor e emocional.


Arteterapia
- O terapeuta, através das atividades artísticas,
 conhece melhor seu paciente(criança) e,
 sutilmente, vai corrigindo o comportamento,
 desbloqueando seus medos e ansiedades,
 buscando uma criança feliz, alegre e comunicativa.


 O objetivo é que  criança resgate
 a sua identidade e autoestima.


Ivete Raffa
Arte educadora e Pedagoga 

                      Compartilhado de: 


quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Tecelagem

A tecelagem É UMA TÉCNICA EFICAZ PARA AMPLIAR AS PERCEPÇÕESQUE A PESSOA TEM DO MUNDO. Principalmente para pessoas que estão prostradas ouentão em fase de recuperação pós-operatório, ou encontram-se com pouca vitalidade. Tambémé um ótimo trabalho terapêutico para
pessoas que desempenham funções automáticas
,como secretárias, digitadoras, bancárias... Pois a tecelagem rompe com o automatismo. Como também, é bom para
pessoas dispersas. com tendência a fantasias e a devanear, pois força oindivíduo a prestar atenção ao trabalho que está executando.

Patchwork


Usado em arte terapia, nos revela verdades profundas sobre mudanças, que vão sendo costuradas para se obter o que se deseja na vida, em direção ao nosso crescimento. Em outras palavras, ajuda a estabelecer metas, a comprometer-se, a planejar e ter responsabilidade. Todos esses componentes (ajudam) a recompor todas as nossas partes formando um todo e tornando-nos inteiros.
(SILVEIRA, Martha Magalhães da. Conversas em arte terapia. Imagens da Transformação No. 9.)





Bordado

Representar símbolos com agulhas e fios permite literalmente "pegar o fio da meada" e dar presença e continuidade a uma ideia ou sentimento. Fazer o nó e passar o fio ponto por ponto firma internamente o propósito. O bordado tem também a vantagem de poder ser feito e desfeito, auxiliando nos processos de permissão de desconstrução e correção de rota.

Tear simples


Armá-lo traz a preparação para criar o instrumento que permitirá construir a própria história. Quando pronto, o tear oferece uma forma preestabelecida (moldura) que será preenchida de forma escolhida pelo sujeito. É, então, pre
ciso separar os fios para integrá-los de uma nova maneira. Tecendo criam-se ligações nas linhas que se entrelaçam e vínculos nos nós.
(BAPTISTA, Ana Luisa. Círculo psico-orgânico e ciclos arquetípicos na arte terapia. Imagens da Transformação No. 9.)
Imagem:Foto em atelier Bete Landmann
 http://ayssoarteterapia.blogspot.com.br/

domingo, 19 de agosto de 2012


Goethe sobre a psicologia da cor e emoção

por Compartilhado  de : http://www.brainpickings.org/index.php/2012/08/17/goethe-theory-of-colours/
"Colour em si é um grau de escuridão."
A cor é uma parte essencial de como experimentamos o mundo, tantobiologicamente e culturalmente . Uma das primeiras explorações formais da teoria da cor veio de uma fonte improvável - o poeta alemão, artista, político e Johann Wolfgang von Goethe , que em 1810 publicou a Teoria das Cores ( biblioteca pública ; domínio público ), seu tratado sobre a natureza, função e psicologia das cores. Embora o trabalho foi rejeitado por grande parte da comunidade científica, manteve-se de grande interesse para um grupo de proeminentes filósofos e físicos, incluindoArthur Schopenhauer , Gödel Kurt , e Ludwig Wittgenstein .
Um dos pontos mais radicais de Goethe foi uma refutação das idéias de Newton sobre o espectro de cores, sugerindo vez que a escuridão é um ingrediente ativo do que a mera ausência passiva de luz.
... Luz e escuridão, brilho e obscuridade, ou se uma expressão mais geral é preferida a luz, e a sua ausência, são necessárias para a produção de cor ... Cor si é um grau de escuridão.
Mas talvez suas teorias mais fascinantes explorar o impacto psicológico de diferentes cores sobre o humor e emoção - idéias obtidas por intuição do poeta, que são contas de parte de entretenimento que fazem fronteira com a superstição, insights parte prescientes corroborado pela ciência dura cerca de dois séculos mais tarde, e parte puramente delicioso manifestações da beleza da linguagem.
Roda de cor desenhado por Goethe em 1809
AMARELO
Esta é a cor mais próxima da luz. Ela aparece na menor redução da luz, seja pela semi-transparentes médiuns ou pálido reflexo de superfícies brancas. Em experimentos prismáticos estende-se por si só e amplamente no espaço de luz, e ao mesmo tempo os dois pólos permanecem separados um do outro, antes de se misturar com azul para produzir verde é para ser visto na sua maior pureza e beleza.Como o amarelo química se desenvolve em e sobre o branco, foi circunstancialmente descrito em seu devido lugar.
Na sua mais alta pureza que sempre carrega com ele a natureza de brilho, e tem um sereno, personagem, gay suavemente emocionante.
Estado é agradável e satisfação, e na sua potência máxima é sereno e nobre, que é, por outro lado, extremamente susceptível à contaminação, e produz um efeito muito desagradável se estiver manchada, ou em algum grau tende ao menos lado. Assim, a cor de enxofre, que se inclina para o verde, tem um algo desagradável na mesma.
Quando a cor amarela é comunicado à superfície sem brilho e grosseiros, tais como tecido comum, feltro, ou semelhante, sobre o qual ele não aparece com a energia completa, o efeito desagradável mencionado é aparente. Por uma ligeira alteração e quase imperceptível, a bela impressão de fogo e ouro se transforma em um não indignos o epíteto de falta, e da cor de honra e alegria revertida para a da ignomínia e da aversão. Para esta impressão os chapéus amarelos dos falidos e os círculos amarelos nos mantos de judeus, pode ter devido a sua origem.
VERMELHO-AMARELO
Como nenhuma cor pode ser considerado como estacionário, de modo que pode facilmente aumentar em amarelo avermelhado por condensação ou escurecimento lo.A cor aumenta em energia, e aparece em vermelho-amarelo mais poderosa e esplêndida.
Tudo o que temos dito do amarelo é aplicável aqui, em um grau mais elevado. A vermelho-amarelo dá uma impressão de calor e alegria, já que representa o matiz do brilho mais intenso de fogo.
Vermelho-Amarelo
Como amarelo puro transmite muito facilmente a vermelho-amarelo, de modo que o aprofundamento desta última para amarelo-vermelho é para não ser preso. A sensação, agradável alegre que vermelho-amarelos aumenta excita a uma impressão poderosa em intoleravelmente brilhante amarelo-vermelho.
O lado ativo está aqui em seu mais alto de energia, e não é de se admirar que os impetuosos, robustos, homens sem instrução, devem ser especialmente satisfeitos com esta cor.Entre as nações selvagens a inclinação para ele tem sido universalmente remarkedy e quando as crianças, entregues a si mesmos, começam a utilizar matizes, eles nunca vermelhão de reposição e minium.
Ao olhar fixamente uma superfície perfeitamente amarelo-vermelho, a cor parece realmente a penetrar no órgão. Ela produz uma excitação extrema, e ainda age assim, quando um pouco escurecido. Um pano amarelo-vermelho perturba e enfurece animais. Eu conheci homens de educação a quem o seu efeito era intolerável, se por acaso ver uma pessoa vestida com um manto escarlate em um dia cinzento e nublado.
As cores na subtração lado são azul, vermelho e azul, e azul e vermelho. Eles produzem um inquieto, impressão, suscetível ansioso.
AZUL
O amarelo é sempre acompanhada com a luz, por isso pode-se dizer que o azul traz ainda um princípio de escuridão com ele.
Esta cor tem um efeito peculiar e quase indescritível no olho.Como uma tonalidade é poderosa -, mas é, no lado negativo, e no seu máximo grau de pureza é, por assim dizer, uma negação estimulante. Sua aparência, então, é uma espécie de contradição entre a excitação e repouso.
Como o céu superior e montanhas distantes aparecem em azul, para uma superfície azul parece se aposentar a partir de nós.
Mas, como nos facilmente seguir um objeto agradável que voa de nós, então nós amamos a contemplar azul - não porque ela avança para nós, mas porque nos atrai depois.
Azul dá-nos uma impressão de frio, e, assim, mais uma vez, nos lembra de sombra. Temos falado antes de sua afinidade com o preto.
Quartos que estão pendurados com azul puro, aparecem em algum grau maior, mas, ao mesmo tempo vazio e frio.
O aparecimento de objetos vistos através de um vidro azul é sombria e melancólica.
Quando participa azuis em certo grau do lado pltis, o efeito não é desagradável. Verde-mar é mais uma cor agradável.
Vermelho-azul
Encontramos amarelo logo tendendo para o estado intenso, e observamos a mesma progressão em azul.
Azul aprofunda muito ligeiramente em vermelho, e, assim, adquire um carácter pouco activa, ainda que seja do lado passivo. O seu poder estimulante é, no entanto, de uma espécie diferente da do vermelho-amarelo. Pode dizer-se a perturbar, em vez de animam.
Como aumento em si não é para ser preso, de modo que se sente uma inclinação para seguir o progresso da cor, e não, no entanto, como no caso do vermelho, amarelo, ver ainda, no sentido de aumentar a activa, mas para encontrar um apontar para descansar dentro
Em um estado muito atenuada, esta cor é conhecida por nós sob o nome de lilás, mas mesmo neste grau tem uma coisa animada sem alegria.
AZUL-VERMELHO
Isso aumenta inquietas sentindo como os avanços matiz, e pode ser seguramente assumido, que um tapete de um perfeitamente puro profundo azul-vermelho seria intolerável.Por conta disso, quando ele é usado para vestuário, fitas ou outros ornamentos, ela é empregada em um estado muito atenuada e luz, e, portanto, apresenta o seu carácter como acima definido, de um modo particularmente atraente.
Como os dignitários mais elevados da Igreja se apropriaram dessa cor inquieta a si mesmos, podemos nos aventurar a dizer que incessantemente aspira ao vermelho do cardeal através dos graus inquietos de uma progressão ainda impaciente.
VERMELHO
Quem está familiarizado com a origem prismático de vermelho não vai pensar que paradoxal se afirmar que esta cor em parte actu , em parte potentia , inclui todas as outras cores.
Temos observado um progresso constante ou aumento em amarelo e azul, e visto o que as impressões foram produzidas por vários estados, portanto, pode-se inferir que, naturalmente, agora, na junção dos extremos aprofundou um sentimento de satisfação deve ter sucesso, e, assim, em fenômenos físicos, o maior presente de todas as aparências de cor surge a partir da junção de dois extremos contrastantes que gradualmente se prepararam para uma união.
Como um pigmento, por outro lado, apresenta-se-nos já formadas, e é o mais perfeito como uma tonalidade de cochonilha, uma substância que, no entanto, por acção química, pode ser feita a tendência para a mais ou a menosdo lado, e pode ser considerado como tendo atingido o ponto central da melhor carmim.
O efeito desta cor é tão peculiar quanto a sua natureza. Ela transmite uma impressão de gravidade e dignidade, e ao mesmo tempo de graça e de atratividade. A primeira em seu estado escuro profundo, o último em sua tonalidade de luz atenuada, e, assim, a dignidade da idade e da amabilidade dos jovens podem adornar-se com graus do mesmo matiz.
A história relata muitos casos de o ciúme de soberanos com relação à qualidade de vermelho. Acompanhamentos em torno desta cor tem sempre um efeito grave e magnífico. O vidro vermelho exibe uma paisagem brilhante na tonalidade tão terrível como a de inspirar sentimentos de temor.
VERDE
Se o amarelo eo azul, que consideramos como as cores mais fundamentais e simples, são unidos como eles aparecem pela primeira vez, no primeiro estado da sua acção, a cor que chamamos de verde é o resultado.
O olho experimenta uma impressão claramente grato desta cor. Se as duas cores primárias são misturadas em igualdade perfeita, de modo que nem predomina, do olho e do repouso em mente o resultado desta junção, como sobre uma cor simples. O espectador não tem nem vontade nem o poder de imaginar um estado para além dela. Daí para quartos de viver em constante, a cor verde é geralmente mais selecionado.
Apesar de não ser uma obra de ciência, Teoria das Cores se destaca como uma conta de absorção da filosofia e da experiência artística de cor, fazendo a ligação intuitiva e visceral de uma forma que, mais de dois séculos depois, continua a intrigar.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

plantando sonhos, colhendo horizontes...: CONTOS, NARRATIVA E ARTETERAPIA

"História de um homem é sempre mal contada. Porque a pessoa é, em todo tempo, ainda nascente. Ninguém segue uma única vida, todos se multiplicam em diversos e transmutáveis homens. Agora, quando desembrulho minhas lembranças eu aprendo meus muitos idiomas..." (Mia Couto)


plantando sonhos, colhendo horizontes...: CONTOS, NARRATIVA E ARTETERAPIA: Curso vivencial/teórico (*também será oferecido on line!) CONTOS, NARRATIVA E ARTETERAPIA Remexendo no baú de histórias e recontando a sua lenda pessoal.
Continue lendo em:http://patriciapinna.blogspot.com.br/2012/07/curso-vivencialteorico-tambem-sera.html

Nova: Nova Entrevista: Arteterapeuta Angela Philippini

Nova: Nova Entrevista: Arteterapeuta Angela Philippini:A arteterapia compreende o uso dos recursos artísticos com finalidade terapêutica. Este campo, consolidado há décadas no exterior em países como Estados Unidos e Inglaterra, vem se desenvolvendo rapidamente no Brasil desde o final dos anos 80. Atualmente conta com uma União Brasileira de Associações de Arteterapia (UBAAT), além de diversos cursos de formação e especialização espalhados pelo Brasil. Juntamente com Selma Ciornai,Angela Philippini é considerada uma das mais influentes Arteterapeutas em nosso país, a qual contribuiu enormemente no seu desenvolvimento por aqui.
Imagem do Acervo Pessoal de Angela Philippini.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Divulgando um trabalho lindo

Hoje,navegando pela net descobri um blog que amei.
Tem tudo a ver com a arteterapia.
É o blog da Raquel Bouchardet- http://www.ateliedaserra.blogspot.com.br/-Ateliê da Serra
A Raquel cria bonecos fantásticos a partir de desenhos infantis.
Aqui alguns exemplos.
E mais legal é a mensagem que ela passa ,como justificativa para o trabalho.
Parabéns Raquel.Adorei!
E para quem quiser acompanhar Raquel o Facebook dela é https://www.facebook.com/atelie.daserra.

 "Ninguém precisa ser perfeito para ser
aceito e amado!
Assim como os bonecos tem suas peculiaridades,
seus traços individuais,
seus defeitos
(como um bracinho torto, uma perninha mais fina que a outra...), 
as pessoas também tem seus defeitos,
suas peculiaridades e características individuais. 
Elas não precisam ser todas iguaizinhas,
correspondendo à um padrão de perfeição.
Todos podem e devem ser amados e aceitos como são!"
...Demonstre isso com um gesto!
Valorize o desenho da criança que você ama, 
e ensine à ela que o PERFEITO é ela ser exatamente  
COMO ELA É!"
Raquel Bouchardet "Ninguém precisa ser perfeito para ser
aceito e amado!
Assim como os bonecos tem suas peculiaridades,
seus traços individuais,
seus defeitos
(como um bracinho torto, uma perninha mais fina que a outra...), 
as pessoas também tem seus defeitos,
suas peculiaridades e características individuais. 
Elas não precisam ser todas iguaizinhas,
correspondendo à um padrão de perfeição.
Todos podem e devem ser amados e aceitos como são!"
...Demonstre isso com um gesto!
Valorize o desenho da criança que você ama, 
e ensine à ela que o PERFEITO é ela ser exatamente  
COMO ELA É!"
Raquel Bouchardet

AVISO


Nem todas as imagens no blog são de minha autoria, se uma delas for sua e não quiser que eu a use, entre em contato que coloco os devidos créditos ou retiro.