sábado, 29 de março de 2014

O cuidado passa pela confiança

TEXTO DE ÉRIKA PALLOTTINO 
"O cuidado passa pela confiança, essencialmente, pela noção de confiança e segurança. Mas para algumas pessoas é difícil confiar no outro. Como é sofrido quando esperamos o tempo todo a conta ser cobrada e que nada nos é dado de graça. Se eu não confio no mundo e nas relações desse mundo, como eu fico? Me isolo, e na reserva, vou vivendo o que já é conhecido, familiar e seguro, porém, não exploro o mundo que aqui fora me espera, perco a chance de viver novos encontros e possibilidades. E aquilo que parecia ser ameaçador pode me surpreender e ser apaziguador e restaurador. A relação com o outro implica riscos, implica imprevisibilidades, implica emoção. Eu posso ser mais sábio e mais forte, Base Segura para você ir explorar o mundo, posso te ajudar com isso, mas você tem que querer ir e confiar. Porque lá fora muitas vezes é melhor do que aqui dentro, porque lá fora somos muitos e aqui dentro apenas solidão.

Adoro pacientes que me fazem pensar na minha vida, nas relações e na essência dos encontros humanos. Existem dores que são lindas tramas de renascimento.
É um privilégio escutar a dor e a (re)construção do outro!"


Trabalhos feitos pela minha paciente Gabi que tem distrofia amiotrófica.
"Adoro pacientes que me fazem pensar na minha vida, nas relações e na essência dos encontros humanos."





AVISO


Nem todas as imagens no blog são de minha autoria, se uma delas for sua e não quiser que eu a use, entre em contato que coloco os devidos créditos ou retiro.